Arquivo da categoria: Flávio Neponucena

O louco nem sempre é (somente) o paciente, por Flávio Neponucena

O paciente fleumático se deitou no divã, e, absorto em recônditos pensamentos, não pronunciou uma palavra sequer. O psicanalista, um homem que, segundo Salvador Dalí, tinha um “belo crânio de caracol”, estava impaciente. Por mais que Freud incitasse seu circunspecto … Continuar lendo

Publicado em Autores, Contos, Flávio Neponucena | Deixe um comentário

Filosofia Lulista, por Flávio Neponucena

Publicado em Autores, Flávio Neponucena, Outras, Só pra quebrar o gelo | 1 Comentário

O Realismo Fantástico de Franz Kafka, por Flávio Neponucena

O Processo é uma das obras mais importantes de Franz Kafka. Nessa narrativa, Josef K, personagem central da obra, é sentenciado, sem justificativa aparente, no dia de seu aniversário de 30 anos. Kafka dirige-se a Josef K. apenas como K., … Continuar lendo

Publicado em Artigo, Autores, Flávio Neponucena | Deixe um comentário

O caso dos trabalhadores braçais, por Flávio Neponucena

Canteiro de obra ao lado do Conjunto Habitacional Lúcio Costa Determinismos Desde tempos idos, o trabalho braçal foi o meio pelo qual os escravos realizavam suas tarefas. A principal forma para tornar-se escravo era determinada biologicamente: o indivíduo, tão-só, tinha … Continuar lendo

Publicado em Autores, Flávio Neponucena, Trabalhos Acadêmicos | Deixe um comentário

“Cidadão Kane” e o Trabalho Jornalístico, por Flávio Neponucena

Assistir o clássico “Cidadão Kane” é uma experiência e tanto. Para quem é jornalista ou cursa jornalismo, é fundamental que o assistam, e que o encarem inclusive como uma verdadeira aula. As situações que ocorrem no filme remetem a um … Continuar lendo

Publicado em Autores, Flávio Neponucena, Trabalhos Acadêmicos | Deixe um comentário

A Genialidade (Sempre) Tem Seu Preço, por Flávio Neponucena

Dois irmãos decidiram se tornar escritores. Eram tão unidos que o pai, um famoso intelectual, apelidou o mais velho, que tinha 14 anos, de Prometeu, e o mais novo, de 12 anos, de Epimeteu, aludindo aos irmãos da mitologia grega. … Continuar lendo

Publicado em Autores, Crônicas, Flávio Neponucena | Deixe um comentário

Os Becos Imundos de uma Senhorita Parisiense, Por Flávio Neponucena

Marie atravessou uma daquelas belas ruas de Paris. Olhou para os lados e percebeu que estava sozinha numa das ruas mais movimentadas da cidade-luz. “Que estranho”, pensou. Perscrutou nas esquinas para ver se havia alguém. Sua busca não dera resultados. … Continuar lendo

Publicado em Autores, Crônicas, Flávio Neponucena | Deixe um comentário